Blog

Cinemark Cinemas Aricanduva - Porque você deve ir até lá para conferir? [ No Shopping]

Antes de continuar, não me pergunte quando isso aconteceu, não lembrarei a data. A única coisa que consigo me lembrar perfeitamente foi a sensação de como sentar em uma das confortáveis poltronas do Cinemark Cinemas Aricanduva. E se você estiver a fim de saber qual foi... Continue comigo.

Sempre fui apaixonado por salas de cinemas, no entanto, as salas que me apaixonei eram bem diferentes do que vemos hoje em dia. Nada desse negócio de filmes 2D, com áudio digital e essas coisas... Na época em que ia de cinema à cinema, essas modernidades eram coisas de ficção cientifica.

Bom, sempre fui apaixonado pelas ruas do centro de minha cidade e por isso, os locais que mais frequentava era por lá. Não há nada mais poético e belo do que caminhar pelas calçadas da rua 24 de maio depois de uma garoa típica paulistana, adorava olhar as luzes tremulizando em pequenas poças d’água.

Cinemark Cinemas Aricanduva

Os grandes e velhos cinemas do centro contra o Cinemark Cinemas Aricanduva

Calma, falarei logo mais a respeito sobre o Cinemark Cinemas Aricanduva. Agora, deixe-me fazer uma pequena homenagem ao passado histórico da sétima arte, ok? Durante muitos anos frequentei os cinemas das ruas do centro de São Paulo.

E, para mim, estar ali, era uma história completamente a parte. Algo bem diferente das salas de cinema que conhecemos hoje em dia. Algumas, para você ter noção da tecnologia e a busca por sensações mais reais, expelem até cheiros...

Já parou para pensar nisso? Imagine você estar assistindo um filme do Shrek em uma dessas salas... Bom, nesse caso, me basta o que as personagens dizem a respeito do odor típico do ogro, não precisamos ir tão fundo a esses detalhes.

Mas, para alguns filmes, sim, isso faz toda a diferença e nos transporta de uma maneira mais real para aquela realidade que estamos compartilhando. Realidade? Sim, não deixa de ser uma espécie de realidade projetada em uma tela, uma realidade da imaginação, da criação, uma realidade do que podemos contribuir para o mundo.

Cinemark Cinemas 2

Como falava sobre os cinemas do centro...

Como dizia antes de ir me perdendo... Adorava tudo nesses cinemas, até mesmo comprar os ingressos. Nos velhos cinemas, as pessoas vendiam através de um vidro, entregavam pequenos tickets destacáveis. Depois passava por uma roleta, comprava sua pipoca em um carrinho de pipoca de verdade.

E se quisesse algum chocolate, refrigerante ou qualquer outra coisa, poderia tentar encontrar algo interessante na bomboniere do local. Lembro que no Olido tinha alguns chocolates fantásticos... Tudo bem que, pela falta de ar condicionado, o chocolate derretia e virava uma inhaca só... Mas, isso também tinha o seu charme único.

E antes que você me chame de louco, havia um sentimento nostálgico. Gostava de pensar nas pessoas que passaram por ali, que sentaram naquelas cadeiras para rir, se emocionar, ficar com raiva ou até mesmo para simplesmente namorar.

Na minha opinião, havia um fantasma da arte habitando cada cinema antigo. Mas, naquela época não havia nada de moderno para se comparar e, talvez seja essa uma das grandes razões de tanto sucesso, mas, como sabemos, ai chega a tecnologia e algumas coisas do passado, acabam se tornando parte da história.

Cinemark Cinemas 1

O grande cinema do Cinemark Aricanduva

Alguns amigos na época viviam me convidando para ir a essa grande novidade, mas me recusava. Cinema é arte e assistir um filme é uma degustação toda especial que precisava de todo um preparo, pelo menos para mim.

Já havia ouvido a respeito de suas maravilhosas cadeiras, da qualidade da tela, do som e até mesmo da forma de comércio que acontecia por ali... Pipocas e refrigerante em baldes? Isso poderia ser um problema... E evitei até quando um dos filmes que queria muito assistir, entrou em cartaz somente nessa sala de cinema.

E como era algo que queria muito... Sozinho, sem provas de minha traição, me dirigi ao local. Foi um caminho fácil, o shopping Aricanduva é de fácil acesso e logo lá estava eu, diante de uma nova maneira de ir ao cinema como se estivesse diante do próprio e verdadeiro, King Kong de Peter Jackson.

Fui extremamente bem atendido por uma galera jovem disposta atrás de um balcão como se fosse um Mac Donalds da vida. As cabines de venda de ingressos estavam sendo atiradas no passado, com certeza.

Mas, isso era algo bom, nunca comprei um ingresso tão rapidamente em toda minha vida, como ali, no Cinemark Cinemas Aricanduva. Depois do ingresso comprado, li as horas no relógio e ainda tinha alguns minutos antes de começar o filme. Então decidi comprovar os baldes daquele cinema.

Cinemark Cinemas 3

Cinemark Cinemas Aricanduva e sua fila enorme para comprar pipoca

Acho que não mencionei que tenho problemas com fila? E, como sou libriano, ou seja, indeciso por natureza, faço sempre um favor para quem vem depois de mim e escolho tudo que quero antes de chegar a minha vez. Uma pena, acho que somente eu faço isso.

Uma fila enorme e um atendimento que parecia destreinado para lidar com pessoas indecisas. Isso me deixava louco... Os minutos corriam e eu sou daquelas pessoas que, quando paga, quer até assistir a apresentação da brigada de incêndio.

Os minutos continuaram correndo e eis que chegou minha vez, agora faltavam poucos minutos e, pela minha experiência, nada mais terrível que procurar um lugar em uma sala escura. Peguei meu combo de pipoca e refrigerante e sai correndo em direção a minha sala. Sabendo que teria que tomar muito cuidado para não sentar em cima de ninguém.

Cinemark Cinemas 4

Cinemark Cinemas Aricanduva e uma nova e maravilhosa forma de assistir filmes

Quando cheguei à sala, fiquei surpreso ao perceber que os trailers já estavam passando e, mais surpreso ainda, ao perceber que a sala não estava tão escura quanto costumava ficar as salas do centro.

Outro show a parte era a disposição das cadeiras, não era seguidas em linha reta como nos antigos cinemas, mas eram devidamente posicionadas em degraus para não correr risco de ninguém atrapalhar ninguém. Achei aquilo o máximo.

Escolhi meu lugar, sentei e pude ver que meus amigos tinham razão ao falarem tão bem da comodidade do lugar, as poltronas eram muito confortáveis. Notei que havia um lugar para colocar a bebida, quer dizer, não notei, a pessoa que estava ao meu lado colocara naquela baita invenção.

Sorrindo sozinho, me reencostei e comecei a assistir aos trailers. O som da sala do Cinemark Cinemas Aricanduva, era um show a parte, mas, mal sabia que o melhor ainda estava por vir. Quando o filme por fim começar, ai sim o áudio ficou ainda melhor.

Outro detalhe que só percebi na metade do filme foi... Lá fora, estava um calor típico do verão paulista, ou seja, era para estar suando as bicas, mas, o clima do lugar estava ameno, agradável e foi nesse momento que lembrei sobre o ar condicionado.

Cinemark Cinemas 5

É meu amigo, devo confessar que naquele momento, tive que dar o braço a torcer pela modernidade e a tecnologia. Apesar de perder um pouco daquele romantismo cinematográfico, o bem estar e a sensação fazia tudo valer a pena.

Foi uma experiência maravilhosa e, aos poucos, fui deixando cada vez mais de lado os cinemas das regiões centrais, também, eles estavam sendo fechados, um a um. Infelizmente, não havia como competir com aquelas grandes e novas salas de cinema.

Afinal de contas, aprendi que não há nada melhor que assistir a um bom filme em um lugar muito mais confortável. Nos cinemas do centro, dependendo do filme, periodicamente, tinha que dar aquela revesada na maneira de estar sentado, justamente por se mostrar dolorido.

Já nas poltronas do Cinemark Cinemas Aricanduva, seria muito fácil de assistir toda trilogia do senhor dos anéis na sequencia sem a necessidade de mudar de posição. Isso para você ter uma ideia de como são gostosas...

Quer dizer, tudo bem que, certa vez, depois de uma noite mal dormida, acabei fechando os olhos e tive que assistir outra sessão para fazer valer o dinheiro, afinal de contas, fui até ali para assistir a um filme e não para dormir, porém, acidentes acontecem.

Demorei muito tempo para colocar esse texto para fora, hoje, em pleno 2018, os cinemas das ruas centrais são apenas lembranças de uma São Paulo bucólica. Os Cinemarks se espalharam pelo Brasil inteiro, não tem todo apelo sentimental que os antigos cinemas tinham, mas tem a modernidade necessária para levar para cada um de nós, uma nova experiência.

Graças aos avanços da tecnologia, temos filmes de qualidade em termos de som e imagem. Filmes com técnicas de animação 2D e 3D, filmes que nos passam uma sensação táctil, que são os casos dos filmes em 5D e também, os de qualidade monstro que são conhecidos por IMAX. E, com toda essa tecnologia, nada melhor do que seguir em frente e se modernizar para não se tornar obsoleto.

Como os antigos cinemas do centro de São Paulo ficaram. Mas, faz parte e agora, deixe-me seguir meu rumo, tenho três horas para chegar ao Cinemark Cinemas Aricanduva para assistir Bohemian Rhapsody do Queen.

EBOOK ANTES VENDIDO POR R$ 28 AGORA PODE SER BAIXADO GRÁTIS.

Preencha o formulário que entraremos em contato com você!

Garantimos segurança com seus dados.